• Início
  • Sobre a Autora
  • Textos
  • Poemas
  • Contato
  • Naquele banco...



    Eu estava ali, sentada naquele banco, lendo um livro, como sempre! Levantei o olhar pensando na última frase que havia lido até que você invadiu meu campo de visão, sem pedir licença.

    Você estava caminhando, meio reflexivo, meio sorridente. Eu também sorri, sua felicidade me contagiou. E nesse momento, me apaixonei.

    Passei dias e dias naquele mesmo banco, te amando platonicamente, observando e memorizando cada um dos seus detalhes. A sua forma de passar a mão pelos cabelos, o sorriso de lado ou até quando coça o queixo quando está decidindo entre a pipoca ou o sorvete.

    Até que, em um dia ensolarado, onde eu lia meu livro predileto, você também me notou. Veio caminhando em minha direção, de forma leve e determinada. 

    Aproximou-se, sentou ao meu lado e disse "Oi, você sorri como o sol"!

    0 comentários :

    Postar um comentário