• Início
  • Sobre a Autora
  • Textos
  • Poemas
  • Contato
  • O dia que decidi fazer a transição.



    Oi, Gente!!!

    Uma das coisas que está em alta nos últimos tempos são as mulheres que decidem voltar aos seus cachos naturais deixando de lado o uso de progressiva ou outros tratamentos para alisamento dos fios...

    Bom, eu sou uma das mulheres que aderiu a essa moda, mas para mim foi muito além de voltar a ter meus cachos, mas muito mais um momento de reencontro.

    Mas não tomei a decisão 100% certa de que era um reencontro, eu dizia "voltarei aos cachos, essa manutenção de progressiva tá me dando trabalho, tá ficando caro, hoje é mais fácil ter cabelo cacheado, olha a quantidade de meninas que fizeram transição e estão com cabelos incríveis".

    Como percebi qual era a minha real motivação? Quando contei em uma das minhas sessões de terapia que faria o processo e disse "nossa, me lembro do meu cabelo cacheado quando estava na escola, quando terminei a primeira graduação. Putz, que saudade daquela menina que eu era!". E foi aí que deu aquele estalo, aquele insight e percebi que eu sentia saudades daquele menina destemida, que nunca deixou que o medo a paralisasse ou a impedisse de fazer o que seu coração dizia que era o melhor...

    No fim percebi que esse seria o ponto final do processo de mudança, que iniciei em 2010, onde precisei chegar ao fundo do poço para entender quais era coisas que eu não queria, para depois descobrir cada uma das que eu queria, onde decidi quem eu quero ser no mundo, quais os tipos de pessoas que quero ao meu lado, onde quero chegar...

    Como qualquer processo de transição, não foi fácil, mas estava tão certa das mudanças que queria promover que não pensei em desistir, aliás cada vez que me olhava no espelho e pensava "tá bizarro!", logo depois vinha o pensamento "a escolha foi sua, não reclame, tudo na vida tem jeito, vai ficar lindo". E foi assim, que um dia fui no salão e cortei tudo que não queria mais em mim, todo o cabelo com química foi embora e descobri que fico top com meu cabelo no estilo "joãozinho".

    No dia que decidi pela praticidade, deixei muitas partes de mim pelo caminho, mas hoje me reencontrei e estar com meu cabelo do jeitinho que as combinações de painho e mainha resultaram me fizeram perceber que nem todas as máscaras de proteção são necessárias.

    Me sinto mais eu, mais livre, muito mais depois de todo esse processo...

    É isso!

    Beijos de luz!

    0 comentários :

    Postar um comentário